Eu não sei vocês, mas quando começo a planejar a minha próxima viagem a primeira coisa que eu faço é selecionar os pontos que eu mais quero conhecer no destino. Como esse é um ótimo ponto de partida para a definição do roteiro, decidi fazer um post para quem planeja uma viagem a Israel com os meus 10 lugares favoritos da viagem.

Para quem ainda não viu, também fiz um post falando sobre os melhores restaurantes que fomos no país. Com essas duas seleções, eu tenho certeza que será mais fácil organizar a próxima viagem 😉

Mar Morto

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-1

Por incrível que pareça, muitos turistas que vêm para Israel não tiram nem um dia para conhecer o mar morto. Como o turismo religioso é o grande foco do país, esse lugar incrível acaba sendo deixado em segundo plano por muitos viajantes. Por essa razão, fiz questão de colocá-lo no topo da lista, afinal até o caminho de Jerusalém é lindo!

Além da beleza do mar azul claro e do céu cor de rosa quartz, a experiência de flutuar nas águas do mar morto é incrível! Apesar de ser bem esquisito no começo, vale a pena tirar uns minutinhos para curtir a água salgada. Vale ressaltar que não pode mergulhar a cabeça ou engolir água, é superperigoso!

Masada

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-2

Para quem gosta de história e/ou de belas paisagens, Masada é a opção ideal em Israel. Vale a pena se hospedar em um hotel próximo ao deserto e fazer uma bela trilha antes do nascer do sol. A vista do topo de Masada é simplesmente encantadora.

Como se a paisagem já não bastasse para você querer conhecer a região, Masada também é cheia de história. O local foi uma antiga fortaleza da Judéia, onde Herodes construiu um palácio há mais de dois mil anos. Pois é, esse penhasco ingrime, a mais de 500 metros acima do nível do mar morto, no meio do deserto já foi uma grande fortaleza – inclusive, aqui foi o último foco de resistência contra os romanos no início do século I. 

Soreq

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-3

Ainda falando sobre as paisagens naturais, não tenho como deixar de citar a caverna de Soreq. Esse lugar é simplesmente mágico. Aqui você entra em um outro universo, cheio de estalactites e estalagmites – algumas com mais de 300 mil anos!

Além disso, Soreq é considerada uma das 10 cavernas mais incríveis do mundo. Ela foi descoberta apenas em 1968 e desde então foi muito bem conservada, vale a pena conhecer!

Basílica do Santo Sepulcro (Jerusalém)

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-4

Considerado um dos lugares mais sagrados do mundo, foi aqui onde Jesus foi crucificado e sepultado. Construída após o evento, a Basílica do Santo Sepulcro é um dos locais mais visitados por cristãos do mundo todo. Hoje, a Basílica é divida entre 5 igrejas: a Católica Romana, Ortodoxa, Armena, Ortodoxa Copta, Ortodoxa Siríaca e Ortodoxa Etíope.

Independente da sua religião, acreditamos que esse é um passeio indispensável dentro da Old City em Jerusalém. O Altar da Crucificação e a Pedra da Unção são dois pontos muito visitados.

Via Dolorosa (Jerusalém)

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-5

Foto – My Treasure Box

No coração da Old City, em Jerusalém, a Via Dolorosa era a principal rua na época de Cristo. Foi por ela que Jesus carregou a cruz até o local de sua crucificação.  É na Via Dolorosa onde ficam 9 das 14 estações da cruz (as cinco últimas ficam dentro da Basílica do Santo Sepulcro, no fim da via). A via estreita hoje é um marco na história e com certeza é um caminho a ser percorrido dentro da cidade antiga de Jerusalém.

Western Wall/Muro das Lamentações (Jerusalém)

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-6

Foto – Trip Advisor

O Western Wall, também conhecido com Muro das Lamentações, é um dos locais mais sagrados para os judeus. Este muro é a única parte que resta do Templo de Herodes depois do ataque romano e já resistiu a muitos outros. Além de ser um local de oração, muitos judeus e visitantes deixam  seus pedidos escritos entre as frestas do muro.

Temple Mount (Jerusalém)

Processed with VSCO with hb1 preset

Local sagrado para judeus, muçulmanos e cristãos, o Temple Mount (Monte do Templo, em português) é uma esplanada que abriga a Mesquita de Al-Aqsa, o Dome of the Rock e o Dome of the Chain. O local fica bem próximo ao Western Wall, então é bom reservar uma manhã toda para explorar a região.

Para quem não é muçulmano, só existe uma entrada que abre duas vezes ao dia: entre 7h30 – 10h  e 12h30 – 13h30. É preciso chegar com no mínimo 40 minutos de antecedência, principalmente no verão, quando é alta temporada. Apesar da fila ser grande para entrar, o local é lindo e vale a visita.

Jaffa (Tel Aviv-Yafo)

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-8

Jaffa existe há mais de 3.000 anos e Tel Aviv cresceu em volta dela. Hoje, apesar de fazer parte de Tel Aviv, Jaffa é considerada uma outra cidade: Tel Aviv-Yafo. Só pelo tempo de existência já dá para entender o quão especial é esse lugar. As construções antigas se misturam com a modernidade de Tel Aviv e a vista para o mar é linda.

Passear em Jaffa no fim da tarde é uma delícia – e se for em uma sexta-feira não deixe de andar pelo Jaffa Flea Market. Para assistir o pôr do sol, vá para a região do porto como nós fizemos, a paisagem é encantadora.

Neve Tzedek (Tel Aviv)

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-9

Foto – RebBubble

Um dos bairros mais ricos de Tel Aviv, Neve Tzedek tem ótimas opções de restaurantes, bares e lojas. Para quem procura um passeio mais tranquilo ou uma tarde de compras, esse é o lugar. Se perder pelas ruas estreitas e charmosas é a melhor opção para os últimos dias de viagem 😉

Nazaré

os-10-lugares-que-voce-nao-pode-deixar-de-conhecer-em-israel-danielle-noce-10

Para quem tem mais dias em Israel e pretende conhecer mais alguma cidade além de Jerusalém e Tel Aviv, nós indicamos muito Nazaré! A cidade é sagrada para os cristãos por ser o local de nascimento de Maria e onde Jesus passou sua infância. Aqui, grande parte da população é árabe-cristã, algo não tão comum no resto do país.

A cidade cheia de caminhos sinuosos é encantadora. Além disso, a comida é incrível e uma ótima opção para quem é vegetariano ou vegano. Os temperos e as verduras da região da Galileia são ótimos, vale a pena comer por aqui!

Para quem gostou das dicas e quer saber mais sobre Israel, nós montamos um roteiro completo do My Maps – para ver o post é só clicar aqui 😉