Eu não sei vocês, mas acho os programas de Dia dos Namorados um tanto quanto clichês! Além dos restaurantes e cinemas estarem lotados, quem não está namorando quase sempre passa o dia para baixo, naquela famosa bad. Então, que tal fazer uma coisa diferente e assistir a um filme super legal e nada romântico?

Fiz uma seleção com seis filmes fáceis de achar na internet ou no Netflix para você curtir esse dia de um jeito novo e nada óbvio!

Intocáveis

O filme francês foi um grande sucesso de bilheteria e não é para menos. O longa é baseado em fatos reais e conta história de um cuidador nada usual de milionário que ficou tetraplégico. Omar Sy interpreta o assistente que não tem nenhuma experiência na área, Driss. O personagem é engraçado e a nossa primeira impressão é que ele é o total oposto do aristocrata Philippe (François Cluzet).

O drama é leve, tem vários pontos de comédia e, ao mesmo tempo, é super profundo. A amizade “incomum” me fez derramar algumas lágrimas, confesso!

O jogo da imitação

Quem gosta de história com certeza vai cutir muito o filme. O longa é a cinebiografia de um ilustre matématico britânico, Alan Turing. Para desvendar os códigos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, o governo britânico investiu em um grupo de matemáticos excelentes. Turing, apesar de sua exêncriticidade e seus problemas em relacionamentos interpessoais, tem algumas ideias geniais. Uma delas é criar uma máquina para descobrir esse “enigma” – foi justamente com essa ideia que acabou surgiu o primeiro computador da história.

O longa, que tinha tudo para ser parado e monótono, prende a atenção do início ao fim. A história é super bem contada e os atores incríveis – principalmente Benedict Cumberbatch como o protagonista e Keira Knightley como a única mulher do grupo de intelectuais, Joan Clarke.

Whiplash

O longa mostra bem os limites (ou não) de cada um dos personagens e a loucura particular deles. De um lado está Andrew Neyman (Miles Teller), um jovem baterista talentoso que busca ser uma lenda no mundo da música; do outro temos Terence Fletcher (T.J. Simmons), um professor super exigente e agressivo da orquestra principal do conservatório de Shaffer, a melhor escola de música dos Estados Unidos.

Que o mundo da música é cruel, todos nós sabemos. Whiplash vem justamente contar a história incansável de dois personagens completamente loucos por jazz que estão na eterna busca pela perfeição!

Divertida Mente

Que tal assistir uma animação para se distrair? Juro que Divertida Mente é um dos melhores filmes do ano passado – não só desenho! A história de Riley, de 11 anos, com certeza vai fazer você se identificar com as fases difíceis da pré-adolescencia.

A grande diferença desse filme é a maneira que essas confusões mentais aparecem. Aqui, nós entramos na mente da menininha e vemos como se comportam o principais sentimentos nessa fase: a alegria, a tristeza, o medo, a raiva e o nojinho. O “banco de memórias” de Riley é repleto de lembranças felizes, mas a tristeza passa a dominar e transformar algumas delas!

O filme é fofo e realmente faz as crianças – e adultos – refletirem bastante sobre os sentimentos. Não foi à toa que o longa foi um enorme sucesso de bilheteria e conquistou o Oscar de melhor animação!

Corrente do Mal

Tem até filme de terror na minha lista, viram só? Assisti Corrente do Mal no fim do ano passado e considero um dos melhores nesse estilo dos últimos tempos! O longa foge dos clichês de terror e conta a história de Jay (Maika Monroe) que, após transar com um meninino, descobre que está sendo perseguida por um algo bem estranho.

Essa perseguição só é passada por relação sexual e, uma vez sabendo disso, Jay entra no dilema de passar a “maldição” adiante ou continuar sendo seguida por figuras bizarras que só ela vê!

Um Santo Vizinho

Sabe aquele filme gostoso de assistir? Um Santo Vizinho com certeza me surpreendeu! É uma comédia “leve” que conta a história de Vincent (Bill Murray), um cara mais velho e politicamente incorreto; e Oliver (Jaeden Liberher), o filho de doze anos da mais nova vizinha de Vincent.

Para a surpresa de muitos, o cara mais “odiado” do bairro se oferece para cuidar do menino depois da aula. Dali, surge uma amizade um tanto quanto inusitada mas muito significativa para Oliver!

filmes-nada-romanticos-para-o-dia-dos-namorados-danielle-noce-1

E então, gostaram nas indicações para esse Dia dos Namorados?